sexta-feira, 31 de julho de 2015


A volta do Buda?
Que Ernesto Maia não vinha passando por uma boa fase era perceptível aos quatro cantos da cidade. Após as eleições de 2012, foi alçado ao posto de voz da oposição em Santa Cruz do Capibaribe, mas viu esse comando ser transferido pouco a pouco para o colega de bancada Carlinhos da COHAB. 

Em 2014 teve uma votação pífia para deputado estadual e viu o seu projeto de ser o candidato a prefeito em 2016 totalmente descartado, restando lançar Fernando Aragão ao posto de “pré-candidato dos vereadores”, fato que também não se sustentou por muito tempo, uma vez que o vereador Galego de Mourinha após o pleito de 14 aderiu a Zé Augusto que lançou Cleiton Barboza como seu preferido.

Ernesto viu agora a pouco seu braço direito Carlinhos da COHAB também aderir a Zé e a Cleiton, fato inclusive que fez com que Carlinhos tivesse seu espaço reduzido no “Oposição em Ação”. Irredutível, Ernesto seguia caminhos diferentes dos de seu tio José Augusto Maia, que inclusive pretende lançar um filho candidato a vereador nas eleições de 2016.

Essa semana uma declaração de Ernesto deu um stop nas brigas Taboquinhas. “Fernando precisa ser mais flexível em relação a Zé Augusto” declarou em entrevista no Programa Opinião da Rádio Comunidade FM.

Bandeira branca amor eu peço paz - Parece que Ernesto parou um pouco e fez uma análise de conjuntura, percebendo que divididos permanecerão nas oposições por muito tempo, e que até sua eleição para vereador seria difícil. Com a frase, Ernesto é o primeiro Taboquinha a levantar de verdade, a bandeira branca da paz, e após essa fala os bastidores não pararam um só momento. 

Cenas para os próximos capítulos da Novela Taboquinha.  


Flavio Lima garante que contas reprovadas não lhe impedem de disputar novo pleito e revela pesquisa interna

Externando apoio ao pré-candidato Nem de Abdias, o ex-prefeito de Toritama Flávio Lima (PSD), afirma que contas reprovadas no legislativo municipal, do período em que geriu o município, não lhe impedem atualmente de ser candidato em 2016, e revelou que lidera pesquisa interna para intenção de votos. Em entrevista ao Programa Cidade em Foco, Flávio disse ainda acreditar em campanha com diversas candidaturas, como aconteceu quando eleito.

“Quando fui eleito disputei contra quatro candidaturas e ganhei de Odon com cerca de 170 votos. Se tiver novamente, acredito que será mais uma vez bem disputada e nosso candidato tem chance de vitórias”, disse e acrescentou “Temos levantamentos, dados onde lideramos e quando coloca meu nome, eu lidero. Mas é muito cedo para dizer se sou candidato ou não”.  

Flávio Lima nega que não possa ser candidato devido contas atrasadas no Legislativo Municipal. “Hoje posso ser candidato sim. Isso não me impediria, porém acredito que política é feito com união”, responde sinalizando que o aliado tem maior chance de êxito.

‘Novos’ rumos

De saída do PSD, comandado pelo deputado André de Paula no estado, Flávio aguarda apenas a visita do Ministro Armando Monteiro na região, programada para o mês de agosto, para filia-se de vez ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Com foco em 2016, o caminho trabalhista será seguido também pelo pré-candidato Nem de Abdias.

Em 2014, Flávio mesmo no PSD apoiou o petebista Ricardo Teobaldo, bem como Armando para o governo do Estado. “É uma pessoa que tenho contato”, diz.


A caminho da união

Ontem no programa Direto ao Ponto, transmitido das 18h às 19h pelas Rádios Comunidade FM e VALE AM, debatemos a fala de Ernesto de que “Fernando precisa ser mais flexível”, que pode ser interpretado como sendo o principal fato que mostra que os taboquinhas estão no caminho da união.

Nossa redação ouviu algumas partes envolvidas, fontes dizem que o entendimento está próximo e numa conversa inclusive saiu a seguinte frase “Só tiramos ele (Edson Vieira) da prefeitura, unidos. Se não houver união iremos ser desmoralizados nas urnas, nós precisamos chegar a um consenso”. 

Agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos da “Novela Taboquinha” que pode ter um final de união para os Taboquinhas.


Programa Prefeitura nos Bairros bate recorde de público na Palestina

Já se foi o tempo em que ações e serviços do governo eram mantidos dentro de quatro paredes e restrita a poucas pessoas. Hoje (30), pela terceira vez o programa “Prefeitura nos Bairros”, bateu recorde de participação popular e se consolidou como um elo de aproximação entre o governo e os cidadãos. Ao longo do dia, a população do bairro da Palestina pode realizar exames e atendimentos médicos, solicitar a emissão de documento, participar de oficinas, entre outras atividades.

Para o prefeito Edson Vieira, o programa Prefeitura nos Bairros dá continuidade a uma série de ações promovidas pelo governo em prol da Palestina: “Além das ruas pavimentadas, da escola reformada, do serviço de correspondência restabelecido, entre outras ações desenvolvidas neste bairro. Chegou a vez do Prefeitura nos Bairros oferecer aos moradores da Palestina alguns serviços de saúde, educação e cidadania. Ações que expressam o nosso respeito e a nossa forma de governar junto a população”, ressaltou o prefeito. 

Segundo a idealizadora do programa, a secretária de Cidadania e Inclusão Social, Alessandra Vieira, a missão do programa Prefeitura nos Bairros e servir a população. “Todos os serviços e atendimentos oferecidos à população da Palestina e aos demais bairros que já passamos, tem por finalidade contribuir para que as políticas públicas do município cheguem a todos os cidadãos. Fico muito satisfeita em ver que está ação tem ajudado a melhorar a vida de nossa população, essa é a nossa maior missão”, destacou a secretária Alessandra.

O prefeito Edson Vieira, conversou diretamente com a população e prontamente atendeu alguns pedidos. “Trouxe para o prefeito Edson, 23 reinvindicações de melhorias para o nosso bairro. Imediatamente, ele chamou alguns secretários e autorizou a execução de algumas dessas propostas. Eu só tenho a agradecer prefeito”, declarou publicamente o representante da Associação dos Moradores da Palestina, Djalma Silva.

Seja no atendimento odontológico, na atualização do Cadastro Único ou em serviços, como esfoliação de pele, era unânime a aprovação dos moradores da Palestina ao Prefeitura nos Bairros. “Essa ação facilitou demais a minha vida. Pois, num dia só pude trazer meu filho ao dentista, atualizar o Cadastro Único e fazer a carteira do SUS,” enfatizou a moradora da palestina, Maria da Silva Ferreira. Satisfação semelhante, sentiu o agricultor José Pedro, ao receber o atendimento médico. “Moro perto da escola, e pra mim foi uma maravilhosa receber este programa em nosso bairro. Rapidamente fui atendido e já pra casa cuidar de meus afazeres”, relatou o morador da Palestina. 

Essa receptividade da população ao Prefeitura nos Bairros, foi comemorado pela secretária de articulação política, Jessyca Cavalcanti. “Fiquei muito feliz quando vi a população da Palestina participando ativamente dos serviços e atendimentos oferecidos pelo programa Prefeitura nos Bairros. Mas, sobretudo, pela ajuda na viabilização desta ação social em seu bairro,” ressaltou a secretária. Segundo o cronograma do programa, a quarta edição está prevista para acontecer em agosto, no bairro Jaçanã.


Justificativa inusitada

A surpresa na noite dessa quinta-feira (30), na votação em que aprovou o projeto do poder executivo que muda local da feira da sulanca, em Caruaru, foi o vereador Nino do Rap (DEM). O parlamentar que votou contrário na última sessão, mudou ontem o voto a favor e justificou de forma inusitada.

“Não voto por politicagem. Voto por mim. Mudei sim meu voto a favor do projeto porque fui ameaçado e não aceito isso. Disseram que minha cabeça ia rolar se eu mudasse, portanto, mudei. Quero ver agora. Sempre respeitei tudo e todos, e não aceito sofrer ameaça por conta de projeto. Votei a favor”.

Os presentes nas galerias criticaram a postura do vereador com palavras de ordem e muitas vaias.

Votaram sim

Leonardo Chaves

Marcelo Gomes
Nino do Rap
Jaélcio Tenório
Lula Torres
Carlos Santos
Rodrigues da Ceaca
Zé Ailton
Romildo Oscar
Alecrim
Ricardo Liberato
Heleno do Inocoop
Edjailson da Caru forró
Carlinhos da Ceaca
Rosael do Divinópolis
Edmilson do Salgado 

Votaram não


Gilberto de Dora

Demóstenes Veras
Rosimary da Apodec
Duda do Vassoural
Antônio Carlos
Tenente Tibúrcio 

Absteve

Ranilson Enfermeiro

quinta-feira, 30 de julho de 2015


Ele vem ai
Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, deverá retornar ao Polo de Confecções nos próximos dias. Fontes ligadas ao Ministro em Santa Cruz do Capibaribe informaram ao blog que provavelmente na segunda semana de agosto Armando cumprirá uma agenda administrativa na região.

Recentemente uma comitiva liderada por José Augusto Maia esteve na capital pernambucana, onde se encontraram também com o Deputado Federal Ricardo Teobaldo (PTB), tido como representante dos oposicionistas, em Brasília.

A visita servirá também para Armando oficializar novos integrantes no Partido Trabalhista Brasileiro, como o pré-candidato a prefeito Cleiton Barboza e o retorno de José Augusto Maia à legenda.

Na região – Acompanhado de Ricardo Teobaldo, Armando passará também por Toritama e Taquaritinga do Norte, onde participará de atos de filiação de pré-candidatos à majoritária 2016.

O cargo – À frente do Ministério do Desenvolvimento, Armando poderá traçar novas estratégias de vendas para o Polo de Confecções. 


Recuou

Os vereadores de Caruaru Gilberto de Dora (PSB) e Rosimery da Apodec (DEM) analisaram o Regimento Interno e chegaram a conclusão que não vale a pena ingressar com mandado de segurança para impedir uma segunda votação hoje na Câmara, a respeito do projeto de Transferência da Feira da Sulanca. 

A estratégia deve ser pela espera da votação e caso ocorra alguma mudança e o mesmo seja aprovado, aí sim, os parlamentares pretender ir à justiça. 

Com informações bolg do Mário Flávio



O 'vírus' da pesquisa toma conta do polo

Pesquisa para escolha de candidato majoritário é uma grande possibilidade nas cidades que integram o polo. Em Jataúba a ideia foi informada pelo pré-candidato Mamão.
“A minha proposta é que no início de 2016 façamos uma pesquisa e aquele que ganhar será apoiado por todo o grupo”, disse em entrevista para ao Programa Cidade em Foco, da rádio Farol, nessa quarta-feira (29).

A sugestão de Mamão, que segundo ele foi aceita pelo grupo, foi dada ainda após o pleito de 2014, quando o vereador aliado Chico de Irineu afirmou ser pré-candidato. “Tá muito cedo”, disse à época Mamão, ex-prefeito do município.

“Eu até entendo a posição dele. Tentou levantar o seu nome, pra ver se aparecia”, disse acrescentando que o ato não surtiu o efeito desejado, pelo aliado.

E o vice? – Se o ‘cabeça’ de chapa será decidido através de um levantamento, o vice, segundo Mamão, será decido pelo próprio grupo. Ele, porém não especifica exatamente quem é esse grupo de sustentação oposicionista. 

Dois quadros - Se em Jataúba e Santa Cruz a disputa interna é no grupo de oposição, em Brejo da Madre de Deus, o debate acontece no grupo situacionista, onde os vereadores Hilário Paulo, Josevaldo e Bolão sonham com a vaga principal.